Em Livramento, falimairesd e pacientes com covid-19 denunicam que outras pesssoas infectadas transitam nos corredores do hospital municipal

As denuncias foram encaminhadas para a secretaria municipla de saúde alegando que muitos dos infecatados são acompanhados dos que já estão em tratamento

25

Os noves vereadores que compõe a Câmara Municipal de Nossa Senhora do Livramento/MT, solicitaram que seja tomada providencia urgente por parte da Prefeitura, e em especial pela direção hospitalar local sobre a denuncia de que pessoas infectadas com coranavírus caminham tranquilamente pelos corredores do Hospital Municipal – Maria Arlindo da Costa’. Ainda, de acordo com a acusação dos populares, ‘muitos contaminados com a doença estão servindo até mesmo de acompanhantes a pacientes ali internados’.

Por meio da assessoria de imprensa o prefeito municipal assegurou que tão logo tomou ciência dos fatos cobrou providencias imediatas por parte da direção do hospital.

A denúncia é contundente e preocupante já que o município papa-banana soma hoje mais de 900 casos positivos da doença e 30 óbitos por Covid-19.

“Ouvimos a ansiedade de pessoas que já sofreram ou tem algum familiar sofrendo com essa horrível pandemia. Assim, pedimos que seja reanalisado por parte do Poder Executivo, em especial pela direção hospitalar, maior rigidez nos protocolos de saúde diante das reclamações de familiares de pacientes que já estiveram internadas no hospital aguardando vagas em UTI em Cuiabá ou Várzea Grande”, diz parte do texto em documento.

Ainda, segundo o relato documental dos vereadores, “o hospital deverá usar de todos os métodos proibitivos para evitar qualquer tipo de aglomerações. O momento é de consternação, mas cabe a unidade hospitalar proibir a circulação no local de acompanhantes contaminados com o coronavírus.”

Diante das reclamações, o parlamento municipal requereu providencias “para que sejam adotadas todas as medidas de biossegurança, tanto a paciente quanto aos acompanhantes. Que sejam também realizadas vistorias constantes na unidade hospitalar do município”, diz parte do oficio n° 027 enviado ao prefeito municipal. O documento é assinado pelos nove vereadores livramentenses e é datado de 30 de março 2021.

 

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta