Motoristas de ambulância e trabalhadores da saúde podem ser vacinados

7

Motoristas de ambulância, socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e profissionais da limpeza e cozinha que atuam nas unidades de saúde pública e privada deverão ser vacinados contra a Covid-19 em Mato Grosso. Como ficam muito expostos, o Projeto de Lei nº 247/2021 cobra que essas categorias profissionais também sejam vacinadas prioritariamente.

Para o deputado estadual Dr. Gimenez (PV), autor da proposição, mesmo seguindo os protocolos, esses trabalhadores estão atuando em hospitais, residências e em contato com famílias e ambientes com alta possibilidade de contaminação. “Mesmo que indiretamente, eles também atuam na linha de frente da pandemia e por isso têm o mesmo direito à imunização que as demais categorias da saúde”.

Até quinta-feira (15), Mato Grosso apresentava uma situação crítica com 2,2 mil novos casos de coronavírus e uma média de 72 mortes em decorrência da doença no período de 24 horas, com taxa de ocupação de 97,2% das UTIs (adulto). Desde o início da pandemia, foram diagnosticados mais de 338 mil casos e 8,9 mil mortes. Cuiabá, Várzea Grande e Rondonópolis têm o maior número de infectados.

“A vacina é a única forma de garantir a segurança necessária a esses profissionais, pois minimiza todos os riscos. Na verdade, eles já deveriam estar inseridos no rol de grupos prioritários do plano de vacinação nacional, mas como não estão, fiz questão de oferecer esta garantia a eles”, frisou o parlamentar, que é médico e assumiu como vice-presidente da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta