Time da Série D, 4 de Julho elimina o Cuiabá nos pênaltis e chega de forma inédita à terceira fase da Copa do Brasil

Dourado sofre para superar a equipe com folha salarial de R$ 140 mil, que arrasta jogo até as penalidades para garantir bolada de R$ 1,7 milhão por classificação histórica sobre equipe da elite do futebol nacional

3

A Copa do Brasil viveu na quinta-feira um dos seus episódios mais simbólicos na sua edição em 2021. O modesto 4 de Julho (PI), da Série D do Campeonato Brasileiro, bateu o Cuiabá, que está atualmente na elite do futebol nacional, na 2ª fase da Copa do Brasil.

O time do interior do Piauí conseguiu segurar o adversário com um empate em 0 a 0 no tempo normal e escreveu seu nome na história da competição poucos minutos depois, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina: venceu por 5 a 4 na disputa de penalidades com direito a defesa bem-sucedida de Jailson e cobrança da classificação nos pés do goleiro colorado. Com o feito inédito, o Gavião embolsa R$ 1,7 milhão e aguarda sorteio para conhecer seu próximo rival.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta