Exploração de minério no Morro Grande provoca revolta na população

122

Foto: Mario Friedlander

Uma imagem feita por drone pelo fotógrafo, Mario Friedlander, na semana passada, revela a morte lenta do Morro Grande, no município de Rosário Oeste. A foto choca a todos, que avaliam o empreendimento de uma das empresas mineradoras, que certamente, recebeu licenciamento ambiental, para explorar brita e calcário, ao redor e em todo o Morro. No facebook e Instagram @mariofriedlander do  fotógrafo, os comentários são de comoção, revolta e repúdio à liberação para a exploração de recursos naturais agredindo a natureza.

“Uma pena mesmo”, lamentou Nunes Rodrigues da Silva. “O dinheiro é que vai mandar mais e sempre….”, afirmou Ademar Poppi. “Que bicho daninho, destruidor da natureza. Como que a sema deu permissão pra isso??? questionou Annamélia Marimom. “Cobiça, cobiça e mais cobiça….maldita cobiça”, disse Luiz Fernando Eriq Lima. “A boiada passa e a desgraça fica. Herança maldita desses tempos sombrios”, Marta regina Torezam, entre outros comentários.

A foto postada no facebook do fotógrafo denuncia os impactos negativos, que a exploração dos recursos minerais, causam na natureza e na vida da população. “As pessoas precisam ter a clara dimensão de onde vem os insumos para as lavouras e como isso gera impacto na natureza”, avalia Mario.

Deixe uma resposta