Vice tem chapa deferida para disputar eleição à presidência do Creci-MT

69

Após uma tentativa de pedido de impugnação, a chapa 2 “Pra frente Corretor” teve o registro de candidatura deferido na quinta-feira (10) para concorrer a eleição do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci 19ª Região/MT). A eleição está prevista para acontecer nos dias 6 e 7 de julho.

A chapa 2 “Pra Frente Corretor” tem como candidato à presidência o corretor de imóveis Claudecir Contreira, que atualmente é vice-presidente do Creci e opositor da atual gestão.

“Sobre a nossa chapa o sistema Cofeci, que organiza as eleições, e o sistema o qual a gente faz oposição, entenderam que a nossa chapa não tinha legitimidade, tinha alguns erros formais e por isso tivemos o indeferimento. Foram erros pequenos e formais e que não comprometem o pleito e que, por isso, não pode tirar legitimidade de uma disputa democrática. Por isso, graças a Deus e trabalho dos nossos advogados, a Justiça reconheceu isso, a nossa chapa está de pé e a nossa eleição começou desde ontem”, declarou Contreira.

Como chapa de oposição ao atual presidente, uma das bandeiras levantadas por Claudecir Contreira é a busca da valorização do mercado imobiliário e dos agentes que operam neste ambiente, que são os corretores e as imobiliárias. “E nós entendemos que a lei 6.530, que organiza a profissão, carece de um projeto urgente de atualização. Nós já estamos com prazo de validade vencido. Tem muitas coisas que já não são úteis à profissão e ainda constam em lei e tem outras coisas que não estão na lei e que são necessárias hoje. Este é um projeto piloto para a gente desenvolver a frente do Conselho ocupando de cargo de presidente”, explica.

Já do ponto de visto administrativo do Conselho, Contreira explica que no Creci-MT vai buscar fazer uma gestão compartilhada, sendo que a chapa já foi montada seguindo este critério. “Colocamos a metade dos 54 conselheiros da Baixada Cuiabana e os demais espalhados pelas várias regiões do estado de Mato Grosso. Justamente para dar oportunidade para o corretor local e tomada de decisão junto com a futura diretoria que nós organizaremos a partir do ano que vem, após a nossa vitória”, finaliza Contreira.

Deixe uma resposta