Primeiras viagens ‘mais baratas’ ao espaço se esgotam em um dia

17

A norte-americana Space Perspective se propõe a levar pessoas ao espaço num balão de ar quente de alta tecnologia, com uma cápsula pressurizada suspensa por um dirigível de grandes dimensões. As ‘entradas’ para essa viagem custam 125 mil dólares e todos os bilhetes dos três primeiros voos foram vendidos em um só dia.

O “transporte” leva o nome de Neptune e será capaz de atingir a estratosfera, ficando a 30,6 km de altitude da Terra. Além do piloto, a bordo poderão seguir oito passageiros, que terão de desembolsar “apenas” 125 mil dólares para poderem usufruir de uma viagem espacial de seis horas e meia, com vista panorâmica de 360 graus.

Com uma dimensão semelhante à de um campo de futebol americano, a cápsula pressurizada da nave espacial Neptune está ligada a um balão de hidrogénio concebido para faze-la subir progressivamente até a estratosfera.

De acordo com a Space Perspective, a Neptune demora cerca de duas horas para subir a altitude prevista. Depois de duas horas na estratosfera, a nave espacial começa a sua descida em direção à Terra – ou mais precisamente ao mar, onde os passageiros passam depois para um navio que os leva para terra.

Já o primeiro voo de teste com um piloto deverá acontecer em 2023 estando previsto que os voos comerciais comecem no ano seguinte. A proposta da Space Perspective é das mais acessíveis, tendo em conta outras futuras alternativas de turismo espacial que estão sendo planejadas. Ao todo, e empresa tem planejados cerca de 500 voos até 2030.

Deixe uma resposta