PCHs no Rio Cuiabá podem afetar todo o Pantanal

29

O projeto de instalar seis pequenas centrais hidrelétricas (PCH) no Rio Cuiabá pode afetar a reprodução dos peixes de todo o Pantanal e o sustento de milhares de famílias que dependem da pesca de subsistência para sobreviver. Em audiência pública na Assembleia Legislativa, pesquisadores e especialistas explicaram os riscos da liberação dessas seis PCHs, que fazem parte de um pacote de 133 PCHs previstas para a bacia do Alto Paraguai, que alimenta o Pantanal, e se somariam às 47 hidrelétricas já implantadas na bacia.
“A Agência Nacional de Águas (ANA) impôs restrição a PCHs na bacia do Alto Paraguai. Mesmo assim, há 133 projetos em andamento, sendo seis PCHs no Rio Cuiabá acima da cidade de Cuiabá, um intervalo muito curto para esse volume de empreendimentos hidrelétricos. Isso sacrifica toda a cadeia pesqueira no Pantanal e há impacto no ciclo de seca e cheia do bioma. Já há comprometimento severo do regime de águas que alimenta o Pantanal, com rios, baías e o Pantanal como um todo com escassez de água. Se esse volume de PCHs prosseguir, estaremos decretando a morte do Rio Cuiabá e do Pantanal”, disse o deputado estadual Lúdio Cabral (PT), que requereu a audiência pública realizada na segunda-feira (28) para debater o tema.

Deixe uma resposta