Em Cáceres, pai e mãe torturam e matam o próprio filho de 1 ano

426

Gazetadigital

Polícia Civil de Cáceres prendeu em flagrante um casal acusado de homicídio praticado contra o próprio filho, uma criança de apenas um ano e nove meses. A delegada representou ao Poder Judiciário pela conversão do flagrante em prisão preventiva do casal. O homem foi autuado em flagrante também por posse ilegal de arma de fogo.

O homem de 21 e a mulher de 20 anos foram ouvidos em interrogatório na Delegacia Especializada da Mulher, Criança e Idoso de Cáceres (DEDM) e responderão pelo crime de homicídio qualificado mediante tortura e impossibilidade de defesa da vítima, agravado por se tratar de um menor de 14 anos.

Enzo Gabriel Fontaneli deu entrada na tarde desta sexta-feira (23), na Unidade de Pronto Atendimento de Cáceres, levado pela mãe. A criança tinha diversas marcas de lesões pelo corpo e conforme a equipe médica, ela já não apresentava sinais vitais. Ainda assim, a equipe tentou a reanimação do garoto, mas sem sucesso.

A Polícia Militar foi acionada pela UPA e encaminhou a mãe da criança ao plantão da Delegacia de Cáceres. Ela informou aos policiais residir em uma comunidade na região rural do município e alegou que na noite de quinta-feira (22), o filho teria caído de uma mureta e batido a cabeça. Após a queda, os pais teriam dado banho no menino, que se queixou de dores pelo corpo. Depois de acalmarem o garoto, eles o teriam colocado para dormir mas, na manhã de sexta-feira, a criança estava fraca e não respondia aos chamados, quando então pediram ajuda e a mãe o trouxe à unidade de saúde.

Após os procedimentos na Delegacia da Mulher de Cáceres, o casal será submetido a exame de corpo de delito e depois encaminhado para as respectivas unidades prisionais, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta