No bairro Mappin (VG) criança de 3 anos relata dores na vagina e mãe descobre estupro

15

RDNEWS

Na hora do banho, mãe de uma menina de 3 anos descobre, após queixas de dores na região da genitália, que ela foi abusada. O caso foi registrado na noite de ontem (1º de agosto), quando a mãe levou a vítima até o Pronto Socorro de Várzea Grande e, durante o atendimento médico, foi informada pela plantonista que criança estava com indícios de penetração e mandou a mesma acionar a Polícia Militar. Para a mãe, a menina disse que um homem grande de barba a tinha “beijado”.

Consta no boletim de ocorrência que a mãe da vítima foi até o 4º BPM e relatou que a filha foi deixada no dia 31 de julho, aos cuidados da cuidadora. E, quando conseguiu pegar a filha, ela percebeu que a criança se queixava de dores na região da genitália e não queria tomar banho.

Foi necessária várias tentativas para que a mãe conseguisse jogar água na criança. E, neste momento, ela chorou de dor. A mãe detalhou ainda que viu que as partes intímas da filha estavam machucadas, com alguns sangramentos e roxos. De imediato, levou a criança até o PSM-VG. Quando chegou à unidade de saúde, a médica mandou que acionasse a PM.

De imediato, a guarnição do BPM foi até o endereço da criança, onde foi localizado o irmão dela. Em seguida, foram até o bairro Mapim, onde estava o namorado da mãe da menina, além de um terceiro homem que, conforme o irmão da vítima, foi a casa deles várias vezes durante os últimos três dias. Ele seria o namorado da filha adolescente da mãe da vítima. Eles foram levados à Central de Flagrantes.

Na delegacia o irmão da vítima estava muito exaltado e nervoso. Para contê-lo foi necessário algemá-lo. O policiais acionaram o conselho tutelar, contudo ninguém compareceu. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Deixe uma resposta