Em Sapezal, familiares e amigos preparam sepultamento de Cristiane F. Hahn vítima da covid-19

Ela chegou a ser extubada, mas piorou e ontem (4) não resistiu à covid-19

1.098

Morreu de Covid na tarde de ontem (4) Cristiane Fagundes Hahn, que estava internada no Hospital Metropolitano e que era esperada pelo marido, o empresário Jarcedi Hahn, desde o dia 11, quando foi internada em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O caso ganhou repercussão nacional porque Jarcedi passou todos os dias, desde a internação da mulher, sentado em uma cadeira no gramado do hospital à espera dela.

Jarcedi passou todos os dias à espera da esposa

Com uma cadeira vazia ao lado, ele disse que estava esperando a mulher ter alta para que o casal retornasse para Sapezal, cidade onde mora. O casal tem três filhos.

A mulher, de 42 anos, foi infectada pelo vírus há quase um mês e estava entubada. Na semana passada, Cristiane apresentou melhora e foi extubada, no entanto, dias depois, ela apresentou piora e foi entubada novamente.

Conforme informações, uma das filhas veio visitar a mãe, mas quando chegou ela já havia morrido. Nesta semana, Jarcedi receberia a primeira dose da vacina no município onde mora, no entanto, para que ele fosse imunizado sem sair de perto da companheira, a Prefeitura de Sapezal enviou a dose para que os profissionais de Várzea Grande fizessem a aplicação.

Deixe uma resposta