Em Tangara da Serra, rivais matam homem e levam cabeça em mochila como prova do crime

78

José Claudeson de Souza Silva, 25 anos, teve a cabeça arrancada ‘na faca’ por três bandidos, ainda não identificados, na frente do pai durante o trabalho, no início da tarde desta quinta-feira (5), numa construção do bairro Vila Alta, em Tangará da Serra, (239 km da Capital). Em seguida, os três colocaram a cabeça numa mochila e fugiram. Existe a informação de que José Claudeson cumpriu pena em regime fechado por cinco anos devido a um crime de homicídio. Foi solto em maio deste ano e desde então estava trabalhando com o pai.

Os criminosos ainda colocaram a cabeça da vítima numa mochila e ‘levaram embora’. A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender à ocorrência e quando chegaram no local encontraram o corpo ‘sem cabeça’ dentro de um cômodo da obra e o pai da vítima em estado de choque. Os militares comunicaram o fato à Delegacia de Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

O pai da vítima relatou que ele e o filho estavam trabalhando na reforma daquele imóvel, porém, no início da tarde chegou os três criminosos e prendeu os dois em um dos cômodos. Em seguida, um deles deu uma facada no pescoço de Claudeson, que caiu gravemente ferido. Os bandidos ainda pediram que o pai da vítima virasse de costas, pois, eles iriam ‘arrancar’ a cabeça do rapaz, o que foi feito.

Deixe uma resposta