Deputado anuncia visita de Bolsonaro a Cuiabá nesta quinta-feira (19)

134

Foto: Assessoria

O deputado Nelson Barbudo (PSL) anunciou para a próxima quinta-feira (19), a participação do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), no Seminário Etnodesenvolvimento de Sustentabilidade dos Povos Indígenas, na capital de Mato Grosso. Além de palestras, haverá ainda, o ato de entrega de tratores para as comunidades indígenas, numa ação organizada pela Fundação Nacional do Índio (Funai). O evento acontecerá nas dependências do Hotel Mato Grosso e será encerrado, após fala de Jair Bolsonaro, as 19hs.

O presidente terá agenda durante todo o dia com os chefes dos poderes constituídos e lideranças políticas e partidárias para tratar de assuntos relacionados às demandas do Estado e ao seu projeto de reeleição. O evento terá ainda, a presença da ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Flávia Arruda e do presidente nacional da Funai, Marcelo Xavier.

Barbudo aproveitou para reiterar as ações do governo Bolsonaro em Mato Grosso com a destinação de recursos federais importantes para a retomada da economia do estado, durante o governo Mauro Mendes (DEM).

De acordo com o deputado, o equilíbrio financeiro de Mato Grosso se deve aos repasses do FEX em R$ 500 bilhões do governo federal que estavam represados pelos governos anteriores. “Se hoje, o caixa do governo estadual está tranquilo haveremos de lembrar da liberação dos recursos que foram votados por mim, Nelson Barbudo e demais membros da nossa bancada Mato Grosso. Um valor que está ajudando a manter o estado”, disse Barbudo.

Segundo ele, as ações conjuntas entre o governo federal e estadual para a implantação das ferrovias Fico e Ferrogrão proporcionará ainda mais o crescimento econômico. “Infelizmente, a gestão Bolsonaro foi marcada por uma crise de saúde mundial, mas ainda assim, tem feito sua parte com ações importantes e a destinação de milhões para todos os municípios de Mato Grosso. Só com o dinheiro do FEX deu para o atual governo realizar as obras que estamos vendo agora. O presidente tem mantido empenho para enviar mais recursos para o nosso estado, inclusive liberando emendas parlamentares para toda a bancada federal”, afirmou.

Na avaliação do deputado, a cada visita de Jair Bolsonaro, os setores econômicos e principalmente, o agronegócio terão suas reivindicações atendidas. “Mas essa visita será mesmo para as palestras sobre etnodesenvolvimento”, disse o parlamentar, que prevê outras visitas de Bolsonaro por Cuiabá e Mato Grosso, durante a campanha eleitoral do ano que vem. “Na minha avaliação, 60% da população mato-grossense acredita no atual governo”, afirmou.

À espera da definição da “janela partidária”, Nelson Barbudo também trabalha o projeto de reeleição à Câmara Federal em 2022. Ele tem sido sondado por diversas siglas, que querem a sua filiação. No entanto, o deputado alega que deve acompanhar Bolsonaro em um outro partido ou se manterá no PSL apoiando a reeleição de Bolsonaro, com a volta das coligações partidárias. “Minha tendência é acompanhar o presidente no partido que ele estiver”, afirmou.

Defensor do “distritão” Barbudo votou contra a volta das coligações partidárias por entender que o antigo mecanismo eleitoral prejudica os partidos e os candidatos. “Um candidato que tem 60 mil votos para federal não se elege por não atingir o coeficiente eleitoral. Isso não representa a vontade popular e acho que o distritão é o correto”, avaliou.

O deputado que é contra a volta das coligações reafirmou sua postura a favor do voto impresso. Na observação de Nelson Barbudo, o movimento pelo voto impresso alertou até aqueles que não são da base do governo, porque a população em sua maioria, aprova a proposta, que ainda falta passar no Senado.

O deputado não acredita na reedição da “onda” que elegeu Bolsonaro, mas notou nas redes sociais que quem não apoia o governo perdeu muitos adeptos. “A onda que elegeu centena deputados esta moderada, agora se elegem os que se mantiveram fiéis ao governo. Quem não está com o governo terá dificuldade. Não pelo jeito do presidente, mas pelas bandeiras que ele sustentou até agora”, afirmou.

Numa avaliação otimista sobre o desenvolvimento de Mato Grosso, o deputado reconheceu os avanços que o atual governo estadual tem proporcionado para a transformação do estado. “Tenho que torcer, ser otimista pela transformação desse Estado. Nunca fui oposição e quero que o governo continue desempenhando um grande trabalho com a classe política. Não adianta torcer contra. Deus que abençoe que o governo atenda a população”, afirmou.

Barbudo se sente um político realizado por ter conseguido ter destinado um grande número de emendas parlamentares e participado da votação da reforma da previdência social brasileira. “Se não tivéssemos lutado por essa reforma, talvez o aposentado tivesse muita dificuldade de receber seu dinheiro no final do mês”, disse. Além de contribuir para o avanço da recuperação das rodovias federais BRs,174, 158, 242 com projetos que vão melhor a infraestrutura estadual.

Recentemente, Barbudo articulou o avanço dos trilhos ferroviário da empresa RUMO de Rondonópolis passando por Cuiabá e interligando com o município de Nova Mutum.

Deixe uma resposta