60% da população de MT é contra economia de energia elétrica como quer o governo federal

16

Foto: TribunadeMinas

Uma enquete mostra que 60,1% da população de Mato Grosso disse que não consegue seguir a economia de energia elétrica proposta pelo governo federal, após o anúncio de aumento da conta de luz, nesta quarta-feira (2). Entrou em vigor a bandeira tarifária de escassez hídrica, no valor de R$ 14,20 a cada 100 kW/h. 

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro há cerca de uma semana orienta os consumidores a evitar colocar o termostato do chuveiro na potência máxima, não ligar o ferro elétrico para passar pouca quantidade de roupas, entre outras medidas.

A nova bandeira vai até abril do ano que vem. Na prática, as contas de luz vão ficar quase 7% mais caras. O desafio agora do consumidor é economizar, mesmo em época de estiagem e calor intenso.

Deixe uma resposta