Assembleia Social faz visita técnica à Nova Brasilândia para realização de oficinas no município

16

É possível agregar acolhimento, capacitação e solidariedade, com a meta de aproximar a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) dos municípios do interior do Estado. Com esse foco, a diretora da Assembleia Social, Daniella Paula Oliveira, esteve, na quarta-feira (1), no município de Nova Brasilândia (210km de Cuiabá), a convite da secretária Municipal de Assistência Social, Marli Teline Arruda.

Nessa visita, o braço social da ALMT se comprometeu a prestar uma série de serviços: uma edição da Ação Assembleia Social, com quatro oficinas e atividades alusivas ao Setembro Amarelo; repasse financeiro por meio das vendas de um Bazar Solidário; e atividades de incentivo à cultura local. “A secretária veio aqui a Cuiabá, há algumas semanas, com a assessora Ana Augusta, aqui da Assembleia, e com o vereador Eutimio de Campos, e firmamos essa parceria para levar a Ação, mas já asseguramos que o apoio vai se estender”, contextualiza Daniella Paula.

Na visita técnica da quarta-feira, a secretária Marli levou a equipe da AL Social para um tour pela cidade, de maneira a conhecer as iniciativas que serão beneficiadas com a parceria. Além da sede da Prefeitura, foram visitados o Projeto Terceiro Milênio, o Lar da Pessoa Idosa Benedito Alberto de Campos, o Centro de Referência de Assistência Social (CRASS) e a Casa do Artesão Clarice Barbosa Fernandes. “Foi bem proveitoso”, resumiu Marli Teline, que recebeu a comitiva com lanche e muita alegria.

Para concretizar as ações, estão envolvidas, além da Secretaria de Assistência Social, a Secretaria de Educação, Cultura e Desporto e a de Administração, Economia e Finanças.

A primeira iniciativa já será realizada nos próximos dias 23 e 24, com mais uma edição da Ação (subproduto dos tradicionais mutirões, repensada para o atual momento social): serão oferecidas oficinas com turmas controladas e, para marcar o Setembro Amarelo, haverá acolhimento com a terapeuta e consteladora Elicéia Loureiro Trindade, além de uma palestra sobre Saúde Mental, ministrada por Dani Paula.

Em outro momento, a Assembleia Social voltará, com foco em contribuir com a Casa do Artesão. “Vamos levar capacitações de como fortalecer a cultura local, como fazer a valoração dos produtos dos artistas de lá, como resguardar a memória dessas pessoas”, comenta Dani Paula, explicando que é necessário ensinar a colocar preço nas produções artesanais, bem como registrar as expressões culturais locais para não se perderem com o tempo e com as gerações.

Bazar para o lar de idosos – O Lar da Pessoa Idosa Benedito Alberto de Campos acolhe, atualmente, 22 idosos, dos quais seis são cadeirantes e há quem já perdeu contato total com os familiares.

Considerando as urgências financeiras da unidade e vislumbrando os cuidados necessários em meio à pandemia, a Assembleia Social deu início a uma nova modalidade do Bazar Solidário: o Bazar Permanente, por agendamento.

Dessa forma, as peças recebidas pela unidade social, como roupas, calçados, acessórios e brinquedos, ficam disponíveis para venda, em uma sala de uso da Assembleia Social, dentro da ALMT, para compras por agendamento, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Por um período, toda venda é diretamente repassada à instituição filantrópica atendida – considerando que a máquina de cartão é da própria entidade. E, nos próximos dias, a arrecadação será para o lar de idosos de Nova Brasilândia.

Com esse novo método, será permanente, também, o recebimento de doações para o bazar da Assembleia Social. Para doar, mande mensagem via WhatsApp para (65) 9 9962-0352. Para agendar compras no Bazar Permanente, fale pelo (65) 9 9241-5258. Mais informações, pelo telefone (65) 3313-6994.

Deixe uma resposta