“Estamos dando um importante passo rumo ao futuro”, afirma Dal Molin sobre 1ª ferrovia estadual

13

O deputado Xuxu Dal Molin (PSC) participou nesta manhã (3), no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), em Cuiabá, da sessão de abertura de propostas de empresas interessadas em obter autorização para a implantação da primeira ferrovia estadual de Mato Grosso.

O projeto inicial prevê a destinação de R$ 12 bilhões para a construção de 730 quilômetros de linhas férreas, que vão interligar os municípios de Rondonópolis, Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde à malha ferroviária nacional (Ferrovia de Integração Centro-Oeste/Fico e a Ferrogrão).

“A Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso [ALMT] exerceu um papel importantíssimo nesse processo. Seja por meio da aprovação de proposituras do governo, e a partir de agora com a função fiscalizatória a fim de garantir que tenhamos uma obra com a qualidade que o povo mato-grossense merece”, pontua Dal Molin.

Segundo o governo do estado, a construção da ferrovia deve impactar diretamente em 27 municípios de Mato Grosso que estão localizados próximos ao traçado original da linha férrea. A previsão é de que o projeto seja concluído até o segundo semestre de 2028.

“O aumento da capacidade de escoamento da produção agrícola e dos demais setores, por si só influenciará na redução de custos, tornando Mato Grosso mais competitivo e atrativo para a vinda de novas empresas. Diante disso, posso afirmar com toda convicção que estamos dando um importante passo rumo ao futuro”, avalia o parlamentar.

Proposta

Única empresa que demonstrou interesse em obter a autorização, a Rumo Logística é considerada a maior operadora de logística independente do Brasil. A empresa é responsável pela implantação de 14 mil quilômetros de linhas, interligando as principais as regiões produtoras aos três principais portos do país.

Deixe uma resposta