Deputado justifica a caça aos jacarés no Pantanal e outros animais silvestres

158

O jacaré pantaneiro voltou a ser alvo de estudos científicos em projetos de controle do meio ambiente no Brasil. Órgãos como o IBAMA, avaliam inserir os animais, numa lista para a liberação de caça esportiva e de abate, que assegure outras espécies aquáticas e silvestres. O projeto tem como relator e autor, o deputado Nelson Barbudo (prestes a se filiar no PL) e que também é vice-presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Desenvolvimento Rural, na Câmara dos Deputados.

O deputado defende a caça aos jacarés, com base nos estudos que serão feitos pelo IBAMA. “Há tempo que se fala da diminuição de peixes nos rios brasileiros devido ao grande número de jacarés. Mas os abates só depois da conclusão dos estudos do IBAMA”, afirmou Nelson.

Segundo o deputado, os jacarés estão fora de controle, principalmente, no Pantanal de Mato Grosso. O projeto de autoria de Nelson Barbudo prevê o controle no número de animais que poderão ser abatidos por meio de caça legal, no período de cada ano. “A caça é legalizada na maioria dos países, mas no Brasil é diferente. Estamos na defesa dos produtores”, argumentou.

Deixe uma resposta