De forma ingrata, Cuiabá dispensa Jorginho, como fez com Itamar Shüller

A direção repete o mesmo ato de ingratidão que fez com o ex-treinador Itamar Schüller, que levou o Cuiabá para a serie A em 2019

127

O Cuiabá Esporte Clube não renovou o contrato do treinador Jorginho para a temporada 2022. O anúncio foi feito nesta quinta-feira na página do Dourado no Instagram. A direção repete o mesmo ato de ingratidão que fez com o ex-treinador Itamar Schüller, que levou o Cuiabá para a serie A em 2019, mas não foi aproveitado no ano seguinte, sendo substituído por Alberto Valentim, que saiu brigado com a diretoria depois de desentendimento pessoal com um dos diretores do clube.

Ainda não há informações sobre quem comandará a equipe no próximo ano, quando o Cuiabá disputará o Campeonato Mato-grossense, Copa Verde, Copa do Brasil, Brasileirão e Sul-Americana.

A escolha do novo técnico deverá ocorrer antes da montagem do elenco para o próximo ano.

“O Cuiabá agradece pelos serviços de Jorginho no Campeonato Brasileiro deste ano e deseja sucesso no decorrer de sua carreira”, diz o comunicado.

Deixe uma resposta