Folks Franquias expande e lança o bar temático AgroBar com características rurais

90

AgroBar, o mais recente lançamento dos empresários Pedro Elero e João Paulo Albuquerque, em parceria com o cantor e compositor Luan Pereira, é a maior aposta dos executivos para expansão em 2023, somando-se ao Folks Pub e Buteco Folks como frentes de um negócio que estão sob o chapéu da Folks Franquias, uma holding de entretenimento que pretende conquistar este ano o faturamento R$ 85 milhões e 50 unidades no Brasil. Há quase 10 anos no mercado, inicialmente apenas como Folks Pub, os sócios apostam no gênero musical com maior apelo entre os brasileiros: o sertanejo. De acordo com a “Retrospectiva Spotify 2022”, o ritmo mais ouvido no país no último ano foi o sertanejo pop, seguido pelo funk carioca, sertanejo universitário, sertanejo e arrocha. E é a partir dessa motivação que lançam o terceiro empreendimento voltado ao público que não abre mão de entretenimento de qualidade, bom atendimento, além do ambiente descontraído e diferenciado. Nos próximos cinco anos a expectativa é ir ainda mais além: ter 1.000 unidades na holding, especialmente apostando na capilaridade dos modelos mais enxutos, como o Buteco Folks e o AgroBar.

Em uma pegada rústica e bem raiz, o bar tem um ‘quê’ de fazenda e se apoia em três pilares para manter as operações: publicidade nacional, produtos próprios e bar temático voltado à experiência do convidado. O primeiro deles, que vem para dar visibilidade ao lançamento, é a aposta na parceria com o cantor e compositor Luan Pereira, um dos principais nomes do sertanejo da nova geração e que tem mais de 8,6 milhões de ouvintes mensais no Spotify, alcançando o Top 15 da plataforma de streaming e emplacando músicas como Cabine Bruta, Roça Em Mim e Ela Pirou Na Dodge Ram.

Já na área operacional, o AgroBar investiu na criação de bebidas próprias, como o Agrobeer e Agrochopp. No cardápio de lanches, Agro Burguer, Agro Chicken e Agro Bruto trazem receitas especiais e sabor de interior. O terceiro pilar e que remete à raiz do negócio Folks vem da referência à Disney. “Nossa meta é encantar o público impactando positivamente a experiência do cliente. Operamos com base nos fundamentos que aprendemos com o parque de diversões e que o faz ser tão famoso mundo afora: sorriso, cordialidade, eficiência e show, tópicos que pautam todos os nossos negócios”, compartilha Elero, diretor da holding Folks Franquias.

A primeira unidade do AgroBar será inaugurada até o final de junho, em Sertanópolis, no Paraná. Já a segunda tem contrato vendido para a cidade de Londrina, também no estado paranaense. “Inicialmente estamos dando prioridade aos franqueados da rede, pois queremos expandir de dentro para fora e nesse primeiro momento vamos agregar valor ao negócio dos nossos parceiros para, assim, crescermos juntos. Mas isso não nos impede de aceitar novos investidores que acreditem na ideia”, completa Elero.

Da Disney para o Brasil com um ar de interior

O primeiro dos três negócios foi há quase 10 anos, em 2014, com o Folks Pub, o primeiro pub de música sertaneja do Brasil. A proposta era trazer um bar temático com essência sertaneja, que unisse a energia das baladas brasileiras em um ambiente rústico, intimista e que remetesse à elegância das public houses britânicas. O modelo de negócios foi inspirado no maior conglomerado de entretenimento do mundo, a Disney.

Desde o início, Pedro e João Paulo tinham como meta encantar o público e, por isso, investiram na jornada do cliente, incorporando ações que se aproximassem do que é realizado nos Estados Unidos. Desde então, as equipes recebem constantes treinamentos para melhorar o atendimento e propor interações especiais com o público a fim de fidelizá-los, como premiações em festas temáticas e o tratamento especial para os aniversariantes ou primeiros clientes que chegam na casa. Altamente rentável para as grandes cidades e capitais e replicável em todo o país, foi formatada para o franchising em 2019. Atualmente são 13 unidades e tem como valor de investimento entre R$ 700 mil e R$ 1,2 milhão.

Seguindo o mesmo conceito e inspiração, em 2022 os empresários resolveram tirar do papel o segundo projeto, o Buteco Folks, um modelo de negócios que já nasceu franquia, mas com foco em cidades pequenas e interioranas. Também apostando em um ambiente familiar acolhedor, espaço kids, música ao vivo e boas experiências gastronômicas, a rede tem uma faixa de investimento estratégica, a partir de R$ 200 mil, e já conta com cinco unidades. Para dar conta da administração das duas redes, os sócios criaram a Folks Franquias.

O lançamento do AgroBar vem, agora, para fortalecer a holding e ser uma opção de investimento intermediário, entre R$ 250 mil e R$ 400 mil, e atrair a atenção de diferentes perfis de investidores, que podem se tornar ‘os donos da noite’. A nova franquia já nasce com dois contratos assinados e reformula uma premissa antiga da Folks Franquias. Segundo os executivos, antes não era possível ter duas marcas na mesma cidade, já Folks Pub era para grandes cidades e Buteco Folks para as pequenas. “Agora temos uma franquia que ocupa este espaço do meio, ou seja, ela pode ser instalada em cidades de qualquer tamanho. Como o valor de investimento das redes é diferente, pode ser, inclusive, instalado em cidades em que já tenha as outras duas marcas. Além disso, para os primeiros agrosócios vamos garantir um desconto de quase R$ 30 mil na taxa de franquia”, destaca o diretor da holding.

Deixe uma resposta