Polícia Civil desarticulou grupo de venda de peças de veículos roubados

Powered by WP Bannerize

4

Dezoito ordens judiciais, entre mandados de busca e apreensão e sequestro de bens, com alvo em uma associação criminosa envolvida em crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo foram cumpridos em Cuiabá, pela Operação Carcaça da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA).

Entre os alvos, três lojas de autopeças e um ferro velho. Foram 11 mandados de busca e apreensão, além de sete ordens judiciais de sequestro de todos os veículos registrados nos CPFs dos investigados e  medidas cautelares como o bloqueio de contas bancárias e indisponibilidade de bens e valores que superam a casa de R$ 568 mil.

Os trabalhos contam a participação de 35 policiais da DERFVA, peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT).

As investigações iniciadas no mês junho deste ano, apuram a comercialização em estabelecimentos comerciais renomados de componentes e peças de veículos roubados ou furtados, sendo identificado que um dos estabelecimentos investigados teria receptado comprovadamente, pelo menos, quatro veículos roubados/furtados em diferentes estados do país.

Com o avanço das investigações, foi identificada a existência de um grupo criminoso voltado para a prática dos crimes de receptação qualificada, adulteração de sinais identificadores de veículos roubados/furtados e associação criminosa, com a utilização de pessoas jurídicas.

Deixe uma resposta