Uso de biomassa, preço do milho e gás natural atraem chineses a MT

3

A delegação de chineses da empresa Ningxia Eppen avaliaram que Mato Grosso reúne todos os predicativos para receber investimento aproximado de 600 milhões de dólares na fábrica de aminoácidos com base no milho. A avaliação foi feita após a comitiva passar três dias em Mato Grosso, passando por Cuiabá, Nova Mutum e Cáceres, onde visitaram a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) na sexta-feira (20.10).

Em Mato Grosso, os chineses se reuniram com o vice-governador Otaviano Pivetta, com os prefeitos de Nova Mutum e de Cáceres, e com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda.

Deixe uma resposta