Cidades receberam R$ 3,2 milhões como premiação por concluírem vacinação na população; Confira os premiados

17

Foto: Mayke Toscano

Vinte e três municípios que obtiveram os melhores indicadores de vacinação na terceira etapa do programa Imuniza Mais MT foram premiados ontem (30), durante solenidade, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. O governo entregou cheques simbólicos num total de R$ 3,2 milhões aos prefeito e prefeitas que também foram condecoradas com os títulos do selo bronze, prata, ouro ou diamante, pelo desempenho na saúde municipal.

O programa do governo avaliou a performance de 18 imunizantes, sendo que o objetivo da premiação é reconhecer as boas práticas em imunização e ampliar a cobertura vacinal em Mato Grosso. O programa também possibilita a modernização da infraestrutura da rede municipal de saúde.

“O caminho é buscar cada vez mais a eficiência e a entrega de resultado. Com isso, teremos um Mato Grosso melhor, com ótimas cidades e, consequentemente, com uma população com mais qualidade de vida. O estímulo financeiro que estamos dando é um exemplo de meritocracia e que todos os demais municípios se empenhem também para serem premiados”, disse o governador Mauro Mendes.

Para a avaliação do desempenho e premiação, os municípios foram divididos em três grupos: com até 10 mil habitantes, de 10.001 a 30 mil habitantes e a partir de 30.001 habitantes. Todas as categorias podem ter até 3 vencedores por selo, desde que seja atingida a meta.

O secretário Estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, também parabenizou os municípios e destacou que os prêmios vão além de dinheiro.

“A população é a principal beneficiada com esses investimentos porque ela contará com uma infraestrutura moderna que facilitará o acesso aos serviços. Além disso, o aumento da cobertura vacinal contribuirá para mitigação das doenças imunopreveníveis”, acrescentou Gilberto.

As premiações

Na categoria bronze, foram premiados os municípios de Salto do Céu, Gaúcha do Norte, Novo São Joaquim, Juscimeira, Diamantino, Chapada dos Guimarães, Barra do Bugres, Rondonópolis e Várzea Grande.

Na modalidade prata, Tabaporã, Santa Carmem, Paranaíta, Primavera do Leste e Lucas do Rio Verde. Na categoria ouro, Santa Rita do Trivelato, Campos de Júlio, Ipiranga do Norte, Paranatinga, Tapurah e Campo Verde.

Já na categoria diamante, a mais desafiadora da premiação, foram contemplados os municípios de Planalto da Serra, Nova Brasilândia e União do Sul.

O município de Campo Verde arrematou o maior valor da premiação, R$ 500 mil pela categoria ouro por ter mais de 30 mil habitantes. A cidade é bicampeã na categoria, em 2022 arrematou o mesmo prêmio. Feliz com o resultado, o prefeito do munícipio, Alexandre Lopes, conta que para alcançar uma cobertura vacinal satisfatória foi necessário empenho de toda a equipe.

Já o município de Tabaporã recebeu o selo prata, embolsando R$70 mil. Satisfeito com o valor, o prefeito da cidade, Sirineu Moleta, atribui a conquista a sua equipe.

Em 2022, o município de Planalto da Serra, Natal Assis, foi premiado na categoria prata e trabalhou para aumentar a cobertura vacinal alcançando neste ano a categoria diamante, recebendo R$250 mil.

Deixe uma resposta