Dilmar avaliou suas ações como positivas para o fortalecimento econômico e social de MT

Powered by WP Bannerize

16

Empossado para seu quarto mandato, com 42.156 votos, ao longo de 2023, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco, secretário geral do União Brasil em Mato Grosso protagonizou uma série de ações que reverberaram positivamente em todo o estado. No panorama político mato-grossense, Dilmar Dal Bosco emergiu como uma figura de destaque ao longo deste ano. Sua atuação incansável como líder do governador Mauro Mendes na Assembleia Legislativa em pautas importantes foi marcada por uma abordagem proativa em áreas cruciais para o desenvolvimento do estado.

Dilmar Dal Bosco consolidou sua presença nos setores segmentados do estado, defendendo com vigor pautas de grande impacto e relevância. Desde a base florestal, passando pelo setor atacadista e o de transporte, o deputado se destacou na defesa de questões cruciais como ICMS, impostos e carga tributária. “Nosso compromisso é com a construção de políticas que promovam o crescimento econômico, sempre buscando o equilíbrio entre os interesses públicos e privados, eu sempre defendi as demandas dos setores, não podemos deixar onerar custos a esses setores que são vitais para o desenvolvimento do estado e do Brasil”, explicou Dilmar.

Ao longo do ano, diversos projetos de autoria de Dilmar Dal Bosco ganharam notoriedade pela abordagem inovadora e pelo impacto positivo previsto para Mato Grosso. O Projeto de Lei 822/2023, por exemplo, tratou da industrialização dentro do sistema prisional, abrindo portas para iniciativas de ressocialização. Outro projeto digno de nota foi o Projeto de Lei 1357/2023, que instituiu políticas públicas de incentivos fiscais ao planejamento sucessório patrimonial em vida, medida que se refere à organização e distribuição dos bens e patrimônio de uma pessoa enquanto ela ainda está viva e visa facilitar a transição e minimizar conflitos entre herdeiros após o falecimento. “Cada projeto é pensado estrategicamente para atender às demandas da sociedade e impulsionar o desenvolvimento do nosso estado”, comentou Dal Bosco.

Parlamentar não apenas debateu e aprovou leis, mas também se destacou na promoção de obras estruturantes essenciais para Mato Grosso. O Projeto de Lei 1540/2023 resultou na implantação do anel viário de Sinop, demonstrando o compromisso do deputado com a melhoria das condições de mobilidade. Além disso, a confirmação da instalação do Centro Integrado de Segurança Pública (CIOSP) em Sinop representa uma vitória na busca por maior segurança para a população local. “Investir em infraestrutura é investir no futuro. Essas ações não apenas facilitam o deslocamento, mas também fortalecem a segurança, essencial para o bem-estar da nossa população.”

A moratória da soja e da carne é uma das principais ações como presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária da Assembleia Legislativa. Dilmar destacou a importância estratégica do estado na alimentação global e apontou que o crescimento previsto até 2030 pode atingir quase 30% do valor do consumo de alimentos. “Essa moratória impede que a soja e carne de produtores mato-grossenses, que abriram áreas legalmente a partir de 2008, sejam comercializadas e é o Mato Grosso que pode expandir, é o Mato Grosso que pode desenvolver, é o Mato Grosso que pode alimentar o mundo, nós teremos um crescimento, até 2030, de quase 30% do valor do consumo de alimento, somos o único estado propício a aumentar a sua produção é o estado mato-grossense”, disse Dilmar.

Dal Bosco salientou também, sobre a instalação da nova sede do INDEA em Matupá, um projeto liderado por ele e que representa um passo significativo na defesa da agropecuária estadual.

Em relação ao Projeto de Lei 64/2023, que trata do Código Estadual de Meio Ambiente, Dilmar Dal Bosco enfatiza a busca por um equilíbrio entre preservação ambiental e o desenvolvimento da mineração. Ele destacou a preocupação com os pequenos e médios garimpeiros, assegurando uma realocação sustentável da reserva legal quando necessário. “A necessidade de ouvir todas as partes envolvidas, desde representantes governamentais até os próprios garimpeiros, visando encontrar um equilíbrio justo é um passo crucial para moldar políticas que promovam o desenvolvimento sustentável”, salientou Dilmar.

Em suas palavras finais, Dilmar deixou claro que 2023 foi um período de muito trabalho e dedicação em prol do desenvolvimento de Mato Grosso e deixou uma mensagem de fim de ano a toda população mato-grossense. “Que 2024 seja um ano de ainda mais trabalho, realizações e parcerias em prol de um Mato Grosso cada vez mais forte e próspero. Desejo a todos um período de festas repleto de paz e que possamos construir juntos um futuro melhor”, finalizou Dilmar.

Deixe uma resposta