Procuradoria Especial da Mulher integra Comitê de Análise dos Feminicídios em Mato Grosso

13

A Assembleia Legislativa é uma das entidades e órgãos que integram o Comitê de Análise dos Feminicídios em Mato Grosso. Criado em maio de 2023, por iniciativa da Defensoria Pública Estadual, o grupo é composto ainda pelo Poder Judiciário de Mato Grosso, Poder Executivo do Estado, Ministério Público Estadual, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso.

O Parlamento estadual é representado por sua Procuradoria, sendo a procuradora Francielle Claudino Pereira Brustolin membro titular do comitê.

O primeiro resultado dos trabalhos foi apresentado à sociedade na semana passada. Trata-se de um relatório produzido a partir da análise dos 15 primeiros feminicídios ocorridos em Mato Grosso, registrados entre janeiro e maio de 2023.

O levantamento das informações foi feito por assistentes sociais, psicólogas e servidoras da Defensoria Pública do Estado (DPE-MT), que entrevistaram familiares e amigos das vítimas, nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Mirassol D’Oeste, Pontes e Lacerda, Paranaíta, Sorriso, Sapezal, Barra do Bugres, Campo Verde e Paranatinga.

Deixe uma resposta