Concursados aprovados para a PM pressionam para assumir vagas

Powered by WP Bannerize

6

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (União Brasil) recebeu um grupo de concursados aprovados para o cadastro reserva da Polícia Militar. São mais de mil concursados, que aguardam serem chamados para o preenchimento de novas vagas na corporação desde o último concurso, há mais de três anos. De acordo com o deputado, a reunião serviu para esclarecer aos concursados as possibilidades de aproveitamento de cada um, conforme a questão financeira do Estado, relacionada ao orçamento destinado para a segurança pública. “Eles nos procuraram e pediram essa reunião para expor a situação e atendemos. Mas avaliamos entre o ideal e o que é necessário para o governo, dentro da questão financeira, ou seja, o que o Estado aguenta pagar”, disse Botelho para os concursados.

Segundo ele, a situação é conhecida pelo governo, tendo a possibilidade de novas discussões com a Secretaria de Fazenda para que os concursados tenham uma resposta sobre seu futuro profissional. “Vamos levar a discussão para a Sefaz para que possamos dar uma resposta para essas pessoas que aguardam assumir os cargos na PM”, explicou Botelho.

A reunião contou com o comandante Geral da Polícia Militar, Cel. Alexandre Mendes anunciou a formatura de mais de 500 novos PMs nos próximos dias que vão reforçar as unidades militares na capital e interior do estado, mas ainda assim, admite necessidade de outros policiais. “A reunião é para buscarmos solução conforme a demanda financeira do Estado. Estamos formando novos policiais para todo o estado de forma emergencial para recompor o efetivo”, disse o coronel.

 

Deixe uma resposta