Sema antecipa decisão de período proibitivo às queimadas em Mato Grosso

Powered by WP Bannerize

18

Foto: Christiano Antonucci – Secom – MT

O Governo de Mato Grosso deu início, nesta segunda-feira (17), à Operação de Combate aos Incêndios Florestais no Pantanal. A ação integrada das Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Segurança Pública tem como objetivo antecipar a distribuição de militares em regiões estratégicas e, com isso, prevenir o combate ao fogo. Vinte e nove bombeiros já combatem dois incêndios no bioma.

Secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti lançou a campanha de prevenção aos incêndios em Mato Grosso

“Nos últimos anos, o Governo do Estado tem intensificado sua resposta contra o fogo, com cada vez mais investimentos que possibilitam o lançamento desta operação. O objetivo é trabalhar preventivamente, atuando com todas as forças já disponíveis, ainda no início dos primeiros incêndios, para evitar cenários de desastre no futuro”, afirmou a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Mais de 50 bombeiros e brigadistas estarão distribuídos em Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio do Leverger, Nossa Senhora do Livramento e Cáceres. A distribuição tem como objetivo cobrir, principalmente, as unidades de conservação, como os Parques Estaduais Encontro das Águas e do Guiará, além da Reserva de Patrimônio Nacional do Sesc Pantanal.

Governo de MT lança operação de combate aos incêndios no Pantanal
Créditos: Christiano Antonucci – Secom – MT

Durante o período proibitivo, o Governo de Mato Grosso irá disponibilizar, também, um avião de atuação exclusiva no Pantanal. No total, são seis aviões para combate direto aos incêndios, sendo quatro da Defesa Civil Estadual, por meio de um contrato de locação avaliado em R$ 8,6 milhões, e dois do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso.

Participaram da solenidade o deputado estadual Carlos Avallone e representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Defesa Civil, Politec, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Sesc Pantanal e demais instituições que dão apoio logístico e operacional no combate aos incêndios florestais.

Governo de MT lança operação de combate aos incêndios no Pantanal
Créditos: Christiano Antonucci – Secom – MT

Bombeiros em ação

Nesta segunda-feira, 29 bombeiros militares já combatem dois incêndios no Pantanal, nas proximidades de Porto Conceição, região de divisa entre Cáceres e Poconé, e da Fazenda Cambarazinho, em Poconé. Em Porto Conceição, o Corpo de Bombeiros conta com apoio de brigadistas do ICMBio.

Em ambos os incêndios, a principal ação de combate é a construção de aceiros para impedir o avanço das chamas. As equipes utilizam caminhonetes, pás-carregadeiras, barco e quadriciclo para chegarem aos locais de difícil acesso.

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), em Cuiabá, monitora os dois incêndios com satélites para orientar as equipes em campo.

Novo período proibitivo

Além da operação, nesta segunda-feira se inicia o período proibitivo do uso do fogo no Pantanal. O período, previsto para 1º de julho, foi antecipado em duas semanas em razão das condições climáticas da região, com agravamento da estiagem nos próximos meses. Um novo decreto deve ser publicado no Diário Oficial do Estado ainda nesta segunda.

“A partir de hoje, está proibido o uso do fogo, mesmo com autorização, no Pantanal. Somente serão autorizados fogos preventivos, ou seja, com o objetivo de diminuir a propagação de grandes incêndios na região, com autorização e orientação do Corpo de Bombeiros e Secretaria de Meio Ambiente”, explicou a secretária Mauren Lazzaretti.

Ações preventivas

Desde o início de 2024, o Governo de Mato Grosso tem feito ações preventivas na região do Pantanal, como a orientação da população pantaneira quanto ao uso do fogo e a capacitação de brigadistas. No total, já foram formados 50 brigadistas na região da Transpantaneira em Poconé, Cáceres, Barão de Melgaço e São Pedro de Joselândia.

“É muito importante que nesse período a sociedade seja aliada ao Corpo de Bombeiros. Estamos entrando em um período muito complicado, que favorece a propagação dos incêndios, então precisamos que as comunidades tenham consciência do perigo do fogo e tenham muito cuidado. Além disso, capacitamos pessoas para reforçar nossas ações no combate direto às chamas”, disse a comandante do BEA, tenente-coronel Pryscilla de Souza.

Outra ação é o mapeamento das pistas de pouso na região do Pantanal e dos pontos de captação de água para apoio às ações de resposta aos incêndios florestais, realizado pela Defesa Civil. As equipes do órgão também fizeram vistorias técnicas para conferir as condições de tráfego na Transpantaneira, para o apoio logístico durante o período proibitivo, e reuniões com os proprietários de hotéis e pousadas na região para a articulação de ações integradas.

As ações são possíveis devido ao investimento de R$ 74,5 milhões para a execução do Plano de Ação de Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais. Os principais recursos deste ano estão concentrados no combate aos incêndios, como locação de quatro aviões e contratação de 150 brigadistas, entre outras ações.

Deixe uma resposta