Etanol a R$ 3,09 em Cuiabá se deve a mudança na cobrança do ICMS, diz Sindipetróleo

28

O preço do litro do Etanol em Cuiabá subiu além das expectativas dos consumidores que estão evitando ao máximo abastecer os veículos. Mesmo alto, o combustível era de R$ 2,977 e nesta terça-feria (7) subiu para R$ 3,09.

O Sindipetróleo (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso) divulgou uma nota informando que a elevação se deveu a diversos fatores além da mudança na alíquota do ICMS.

“O preço do litro do etanol tem tido reajustes em diversos Estados, mas em Mato Grosso a alta é ainda maior”, consta na nota. Somente nesta semana os reajustes em algumas distribuidoras ultrapassaram 5%. Um revendedor de Cuiabá divulgou que nas distribuidoras, os preços do litro hoje estão entre R$ 2,82 e R$ 2,87. No dia 1° os preços variaram entre R$ 2,66 a R$ 2,76”, informou a nota.

O Sindipetróleo informou ainda, que outro impacto a ser considerado é a cobrança de ICMS pelo Governo através do chamado preço de pauta. “O imposto não é cobrado sobre a base do preço de produção dos combustíveis e sim sobre o preço final de comercialização à pessoa física. Nos últimos 30 dias, o preço de pauta saltou de R$ 2,65 para R$ 2,86, uma alta considerável no imposto pago independente do preço do cobrado na bomba”, disse o sindicato.

“Estas informações demonstram que os postos apenas repassam os reajustes que ocorreram por conta do aumento de impostos nas usinas e também por conta de reajustes nos demais elos da cadeia. Portanto, os postos revendedores de combustíveis, apenas repassam os reajustes e ainda assim mantém uma margem de lucro muito pequena”, conclui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.