Oposição avalia que R$ 600 é um importante alento à população de baixa renda

74

A deputada federal Professora Rosa Neide (PT) avaliou que a bancada do PT e a oposição tiveram uma postura propositiva ao aprovarem o beneficio de R$ 600 para população de baixa renda. “Nós lutamos para que informais, desempregados e aqueles mais vulneráveis tivessem assegurado ao menos um salário-mínimo neste grave quadro. Bolsonaro propunha apenas R$ 200,00. Chegamos aos R$ 600,00 o que já representa um importante alento. Estamos ao lado do povo na luta pela manutenção de emprego e de uma Renda Básica durante esta pandemia”, afirmou a deputada.

O projeto aprovado pelos parlamentares alcança as pessoas que exerçam atividade na condição de microempreendedor individual (MEI); contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social; trabalhador informal, de qualquer natureza, inscrito no Cadastro Único. De acordo com a proposta, fica limitado a dois membros da mesma família o recebimento do benefício emergencial. Lembrando que as condições de renda familiar mensal serão verificadas por meio do Cadastro Único para os trabalhadores inscritos, e por autodeclaração, para os não inscritos.

A parlamentar também informou que uma importante conquista introduzida no projeto é que a mulher trabalhadora, que batalha para criar seus filhos e mantém sua casa, receberá duas cotas do auxílio, totalizando R$ 1.200,00. A matéria segue para aprovação no Senado Federal.

A bancada do Partido dos Trabalhadores também apresentou emenda para instituir o Seguro Emergencial de Renda no valor de um salário mínimo mensal.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.