Sem acordo: agentes penais e governo não entram em consenso e greve deve continuar

39

A reunião entre o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, e representantes do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado (Sindspen-MT) terminou sem acordo no final da manhã desta quarta-feira (05).
O encontro aconteceu no Palácio Paiaguás, sem a presença do governador Mauro Mendes (DEM).

Os policiais penais estavam em greve há 19 dias, mas suspenderam o movimento para negociar com o governo. Com isso, os presídios de Mato Grosso seguem com risco de novas fugas e rebeliões de presos. No início da semana, 14 presos da penitenciária de Água Boa fugiram por um túnel na lateral do muro da unidade e a polícia ainda não recuperou nenhum deles.

Deixe uma resposta