Câmara de Vereadores notifica prefeita a prestar informações das despesas no município

14

“A prefeita Margareth não é uma prefeita transparente”. A avaliação é do presidente da Câmara de Vereadores de Barão de Melgaço, Denas (PSDB) ao questionar a resistência de alguns secretários e da própria prefeita, prefeita Margareth Gonçalves (PSDB), em não repassar as informações solicitadas pelos vereadores sobre as despesas do município. Denas sugere que a prefeita dê autonomia, mas não deixe de acompanhar as funções do seu secretariado.

E para obter as informações que o legislativo precisa, Denas ingressou com um mandado de intimação e notificação, no Judiciário na comarca de Santo Antonio de Leverger, à violação aos princípios administrativos e abuso de poder por parte da prefeitura municipal. O juiz despachou pelo deferimento com pedido de liminar para que a Câmara de Vereadores possa obter as informações que precisa.

“Muitas vezes sua assessoria orienta que ela não responda os ofícios encaminhados pela Câmara de Vereadores. Ela tem conhecimento de todas as despesas que temos questionado”, afirmou Denas, que ressaltou as dificuldades do legislativo na fiscalização das contas do Executivo municipal.

“Temos observado vários problemas na educação, compras permanentes, consumo, alimentação para pacientes em tratamento de saúde e reforma dos ônibus escolares que não atendem os alunos”, elencou o vereador.

Nos questionamentos constam despesas da prefeitura para reforma de um ônibus escolar em 2021 que não atendeu no transporte de alunos da rede municipal, além de um outro ônibus que por três vezes consumiu mais de R$ 20 mil para o pagamento de guincho. O vereador questiona ainda, a compra de itens de copa e cozinha de forma duvidosa.

Deixe uma resposta