“Vou te moer no cacete”. A ameaça foi direcionada para a prefeita de Cáceres, Eliane Liberato

37

“Traidora, safada, mentirosa e canalha” foram as palavras usadas por um homem em Cáceres, durante momentos de ódio e ataques à prefeita da cidade, Eliene Liberato, em um dos grupos das redes sociais, nesta semana. A prefeita pediu que o Estado reforce a segurança pessoal dela e ganhou na Justiça o direito de medida protetiva contra o agressor que tem lhe ameaçado afirmando “vou te moer no cacete”.

O caso consta registrado no boletim de ocorrências da Polícia Militar que encaminhou a denúncia da prefeita para a polícia civil iniciar as investigações.

Eliane procurou a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso da cidade para denunciar que vinha sendo ameaçada e ofendida pelo acusado.

Diante dos fatos apurados pelos investigadores, a delegada Paula Gomes Araújo representou pela aplicação de medidas cautelares contra o suspeito que foram deferidas pela Justiça.

Caso venha a descumprir a determinação do Judiciário, o homem pode ser preso preventivamente. A Polícia Civil continua apurando o caso.

O homem, que não teve a identidade revelada, está proibido de se aproximar da prefeita e também de estar na sede da Prefeitura de Cáceres.

 

Deixe uma resposta