Vereador articulou requalificação de obras na Praça do Pedra 90

15

A Praça Ana Martinha da Silva, ou Praça do Pedra 90, que tem o mesmo nome do bairro, passará por requalificação. As obras, as primeiras em pelo menos 15 anos, estão previstas para o primeiro semestre de 2022. O prefeito em exercício José Roberto Stopa visitou o espaço público na noite desta sexta-feira (12), com o vereador Didimo da Silva Rodrigues – Didimo Vovô, junto com lideranças da comunidade que conversaram com moradores e anunciaram a obra.

A requalificação da Praça do Pedra 90 como é conhecida faz parte do plano municipal. Conforme o prefeito em exercício a gestão tem se empenhado em recuperar e construir espaços de lazer em todas as regiões da cidade levando qualidade de vida e lazer a comunidade. “Esse é um compromisso que já havíamos assumido com a comunidade do Pedra 90. Em razão da pandemia não foi possível. Mas no próximo ano teremos novidades boas aqui para o bairro,  sempre em parceria com as lideranças locais”, disse.

O vereador Didimo Vovô disse que a requalificação é um presente para a comunidade. “Estamos confiantes que a Praça Ana Martinha da Silva será requalificada beneficiando toda a comunidade do Pedra 90 e dos bairros circunvizinhos que também usufruem desse espaço. Agradecemos a gestão, que está fazendo um belo serviço na região, demonstrando o compromisso que tem com a população”, disse ele.

Antônio Marcos Nascimento, o Baiano, presidente da Associação de Moradores do bairro Pedra 90 destacou que a reforma é uma reivindicação antiga da comunidade. “A praça é um espaço muito frequentado pela população do Pedra 90 e de outros bairros vizinhos porque é o único espaço de lazer da comunidade. Aqui recebemos campeonatos de futebol com a presença de pessoas de todas as regiões da cidade e, é o lazer de quase 100 mil habitantes do bairro. Estamos bastante felizes”, disse Baiano.

A praça

A Praça Ana Martinha da Silva é uma área de 10.214m² com espaço para a prática de esportes, lazer e eventos. Originalmente foi construído no local uma pista de skate, quadra poliesportiva coberta com duas arquibancadas, quadra de areia, campo de futebol soçaite e palco coberto para eventos sociais.

No centro da praça foi colocado o busto de Ana Martinha da Silva em  homenagem a Ana, que até aos 105 anos, trabalhava como cozinheira e lavadeira e morreu em julho de 2004, com insuficiência múltipla de órgãos.

Dona Martinha, como era conhecida, foi considerada a mulher mais velha do Brasil, em 22 de dezembro de 2003, quando tinha 123 anos de registro e 127 anos de vida pelo RankBrasil, o livro dos recordes brasileiros.

 

Deixe uma resposta