Agora somos todos Avenida das Palmeiras

77

Luis Cláudio

Ruas ou Avenidas com conflitos de nomes ao longo do seu trajeto provoca certa indignidade à população, que não tem endereço certo, por não ter um Código de Endereçamento Postal (CEP) condizente, para receber suas correspondências e se sentir localizado em uma determinada região. Especificamente, em Cuiabá a população tem enfrentado esse problema há tempo, atrapalhando as reivindicações formais da sociedade em relação aos serviços públicos, incluindo os atuais serviços de aplicativos, em plena era digital.

Uma Rua com nome definido homenageando pessoas e destaques como a flora brasileira proporciona identidade de uma região e sua população, que expressam orgulho de colocar o nome da rua onde moram em documentos, citar a rua como referência para amigos, visitantes, turistas, prestadores de serviços públicos e particulares, além de ajudar na cobrança das demandas urgentes de infraestrutura, como asfaltamento, água e energia elétrica.

O projeto de lei nº 236/2023 de minha autoria foi aprovado durante a sessão ordinária do último dia 9 deste mês, na Câmara de Vereadores de Cuiabá definindo, que a antiga Avenida Asa Branca em toda a sua extensão seja atualizada para a atual Avenida das Palmeiras acabando com o conflito de endereços, para a população da região que compõem os bairros Recanto dos Pássaros, Jardim Universitário e Jardim Imperial.

Dessa forma, as pessoas que residem nessa localidade terão tranquilidade e orgulho de citar como referência próxima de suas residências, a Avenida das Palmeiras. A clareza na denominação das vias públicas é primordial para o sistema de correspondências e referências para a população.

A partir da sanção do prefeito Emanuel Pinheiro, a atualização do nome da Avenida das Palmeiras em toda a sua extensão garantirá mais eficiência nos serviços de transportes de táxis, aplicativos e aqueles que vão para a região pela primeira vez.

Caso sancionada, a lei atenderá as mesmas demandas em outros bairros de Cuiabá facilitando a vida do cidadão cuiabano. É de se admitir, que a falta de nomes nas ruas e a atuação da maioria delas, na capital mato-grossense, revela uma deficiência que incomoda a todos. Esse problema ocorre desde os bairros da região central até aqueles mais distantes, sem distinção.

A legislação é muito importante para atender essa necessidade dos locais que ficam de fora do contexto urbano das cidades. A denominação de logradouros (espaços públicos como ruas, avenidas, praças, passeios públicos) é uma das atribuições dos vereadores. Geralmente, estes locais recebem nomes de pessoas falecidas e que tiveram alguma importância histórica ou atuação importante na comunidade, em uma espécie de homenagem póstuma.

É pelas ruas que todas as vidas sociais das cidades acontecem. As pessoas transitam diariamente pelas ruas, vão para casa, para o trabalho, seja a pé ou por meio de transportes.

Certamente, a troca de um nome antigo pela atual Avenida das Palmeiras vai melhorar a qualidade de vida das pessoas dessa região, que a cada dia tem recebido investimentos vultuosos e contribuído para o desenvolvimento e fortalecimento da cidade.

Luís Cláudio é vereador em Cuiabá. 

Deixe uma resposta